Em entrevista ao Brasil de Fato, Timei Assurini conta um pouco de sua trajetória e luta, destacando a importância da Troca de Saberes e o Envolvimento de todos para manutenção e sobrevivência de sua cultura e dos demais Povos da Terra e da Floresta

Screen Shot 2018-12-12 at 4.53.28 PM

Entre dois mundos. É assim que Timei Assurini, de 22 anos, vive. Ele saiu da aldeia no Médio Xingu, localizado no município de Altamira, no estado do Pará, para iniciar uma jornada em busca de conhecimento no mundo dos Karai [não indígenas]. A missão que se propôs a fazer era também uma forma de curar a depressão, doença que veio acompanhada dos impactos ambientais e culturais provocados pelos grandes projetos na Amazônia.

O povo de Timei é uma das 11 etnias impactadas diretamente pelo empreendimento da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Os Assurini do Xingu ou Awaete, como também são conhecidos, foram removidos de suas terras ancestrais. Atualmente encontram-se divididos em duas aldeias: a Itaaka, criada em 2011 e onde vivem 50 índios, e a Kwatinema, com cerca de 200 indígenas.

Preocupado com seu povo e sem apoio no estado do Pará, Timei e a esposa iniciaram a organização de sua família e rumaram para o Rio de Janeiro, onde criaram o coletivo Marytykwawara. Para trabalhar as atividades na aldeia, foi criado Agenda Awaete. A ideia era buscar formações e depois transmitir no idioma do seu povo e no tempo deles o que foi aprendido. Timei participou de encontros, oficinas e palestras sobre agroecologia, permacultura, saneamento ecológico e outras formações e crê que será a aliança de conhecimento entre os dois mundos que permitirá a resistência dos Assurini do Xingu.

“Acredito que os conhecimentos com a agroecologia, permacultura e a agrofloresta associados a nossos conhecimentos tradicionais seja um dos principais caminhos para nossa resistência diante das grandes mudanças que estamos vivendo”, afirma Timei.

 

https://www.brasildefato.com.br/2017/04/06/entre-a-cidade-e-a-aldeia-jovem-indigena-luta-para-salvar-nacao-assurini-do-xingu/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: